Quinta-Feira, 26 de Maio de 2022 |

SIMA

Governo Appolo provoca o caos nos postos de saúde de Alvorada

Por Redação em 04 de Fevereiro de 2022


O caos reinante nos postos de saúde parece não ter fim. O problema, que tem origem na falta de condições no ambiente de trabalho, é flagrante em quase todas as unidades e piora com a presença mínima de funcionários. A precariedade explode na hora do atendimento e provoca filas, demora na prestação de serviços e desconforto para Servidores e população. O Conselho de Saúde fiscalizou e apontou todos os problemas nas UBS, mas o Ministério Público ainda não agiu.

Na UBS Intersul, depois de reformas malfeitas, os problemas continuam: goteiras, fiação exposta, esgoto escorrendo no pátio da unidade e falta de espaço físico, que provoca aglomeração dos servidores. Até as torneiras não funcionam e impedem que usuários e Servidores tenham um mínimo de higienização

Na UBS Santa Clara, os desajustes estruturais e sanitários são evidentes. Apesar das reformas, a unidade de saúde encontra-se em situação precária, com muitas goteiras nos dias de chuva, fiação elétrica e de internet expostas, rachaduras expondo o ferro das estruturas, além do mofo e do reboco das paredes caindo. Existe, inclusive, vazamento de esgoto dentro da unidade.

Na UBS Stela Maris, não é nada diferente. A unidade, que também foi reformada recentemente, sofre nos dias de chuva com alagamentos e goteiras.

CMS REPROVA RELATÓRIO

Considerando os diversos apontamentos, o Conselho Municipal de Saúde (CMS) de Alvorada comprovou a falta de recursos humanos e o mau estado de conservação das estruturas das unidades. O CMS também reprovou o Relatório Anual de Gestão (RAG) de 2020 pela mesma precariedade existente ao longo de 2021, com piora visível em 2022.

ATENDIMENTO COMPROMETIDO

Sem priorizar a Saúde, como deveria, o Governo Appolo deixa o setor abandonado, sem o devido gerenciamento e valorização dos recursos financeiros e humanos.

Assim, o resultado da má gestão estoura na ponta em que está o usuário que busca atendimento. Quem sustenta a administração pública, de fato, não recebe o retorno que merece.

COMENTÁRIOS ()