Domingo, 26 de Setembro de 2021 |

Você Lembra?

1529 – LULINHA

Por Redação em 09 de Julho de 2021


A ponta esquerda foi uma das posições que menos tiveram revelações na Base do Inter. Poucos valores foram promovidos ao elenco de titulares. Praticamente apenas Dorinho foi revelado pelas Divisões Inferiores e posteriormente se firmou no elenco de titulares. Dorinho foi um falso ponteiro esquerdo, pois fechava na meia cancha. Ponteiros agressivos apenas Ademir Gallo, Mosquito, Lino, João Carlos Cueca e Lulinha, o nosso entrevistado nesta edição. Lulinha, cujo nome próprio é Olíbio Roberto Silva Nunes começou a jogar na base colorada no início da década de setenta. Em 1971 a equipe de juniores colorada jogava com Taffarel; Júlio, Norton, Laércio e Marco Aurélio; Carioca, Sérgio Winck e Bandeira; Paulinho, Renato e Lulinha. Posteriormente como profissional, Lulinha defendeu o Aimoré de São Leopoldo, Novo Hamburgo, Chapecoense, Campo Grande do Rio de Janeiro, Sampaio Corrêa, Operário do Mato Grosso do Sul, Futebol Português, São Borja e Pato Branco do Paraná. Lulinha considera que Paulo César Carpeggiani foi o melhor técnico que teve a orientá-lo. Os melhores ponteiros esquerdos que viu em ação foram Mário Sérgio, Éder e Joãozinho, ex Cruzeiro mineiro. Os melhores laterais direitos que enfrentou foram Jorginho, Josimar, Leandro e Rodrigues Neto. Os seus ídolos nos gramados são Mário Sérgio e Neymar. Hoje Lulinha reside em Porto Alegre onde possui uma Escolinha de Futebol chamada Lula Juventus. Assim resgatamos a trajetória futebolística de Olibio Roberto Silva Nunes, o Lulinha que foi um dos poucos ponteiros esquerdos revelados pela base colorada.

COMENTÁRIOS ()