Quinta-Feira, 21 de Outubro de 2021 |

Você Lembra?

1504 - GLEGUER

Por Redação em 24 de Dezembro de 2020


Gleguer, o nosso entrevistado nesta edição, foi um excelente goleiro com marcantes atuações em vários clubes de diversos estados brasileiros. O seu nome é Gleguer Zorzin, sendo paulista natural de Americana, onde nasceu no dia vinte de setembro de 1976. Iniciou suas atividades esportivas no Guarani de Campinas em 1996. Em 1997 o clube campineiro era escalado com Gleguer; Ferreira, Sorlei, Júlio César e Rubens Junior; Edinho Goiano, Vaguinho e Paulo Isidoro; Jean Carlo, Dinei e Samuel. Em 1999 o clube do estádio Brinco de Ouro da Princesa atuava com Gleguer; Rafael, Marinho, Marcelo Souza e Rubens Cardoso; André Gomes, Renatinho e Silvinho; Betinho, Gilson Batata e Badico. Em 2001, seu último ano no “Bugre” Gleguer; Luciano Baiano, Marcelo Souza e Jadilson; Elder, Henrique, Eduardo Marques e Ederson; Marcinho e Fumagalli. Em 2002 foi contratado pelo Corinthians que ia a campo com Gleguer; Rogério, Fábio Luciano, Scheidt e Kleber; Fabricio, Vampeta, Fabricio e Ricardinho; Deivid, Leandro e Gil. Em 2002 foi para Minas Gerais defender a meta do Cruzeiro. No ano seguinte retornou ao futebol paulista, pois foi contratado pela Portuguesa de Desportos, que formava com Gleguer; Ricardo Lopes, Marcelo Fernandes, César e Badé; Capitão, Elder e Nenê; Alex Alves, Robson e André Luiz. Permaneceu no estádio do Canindé até 2005. Em 2006 passou pelo goiano Vila Nova. Em 2007 foi para o futebol pernambucano atuar no Náutico passando a integrar a seguinte equipe: Gleguer; Baiano, Alysson, Valença e Edinho; Walker e Eli Carlos, Acosta e Marcel; Felipe e Kuki. Em 2008 retornou ao futebol paulista, pois foi contratado pelo Bragantino que jogava com Gleguer; Cris, Vanderlei, Tiago Vieira e Nei Santos; Paulinho, Morales e André Gaspar; Zezel, Malaquias e Nunes. No ano seguinte foi para o futebol baiano para defender a meta do Vitória que era escalado com Gleguer; Apodi, Walace, Anderson Martins e Leandro; Fábio Ferreira, Vanderson e Derlei; Uelington, Leandro Rodrigues e Roger. A seguir Gleguer jogou no Bragantino, Operário – MS, América MG e em 2011 no Bragantino onde encerrou sua movimentada carreira como atleta de futebol. Gleber considera que Carlos Alberto Parreira foi o melhor técnico que teve a orientá-lo. O melhor goleiro que viu em ação foi Fábio do Cruzeiro MG. A sua partida inesquecível Portuguesa de Desportos2 X São Paulo no Pacaembú. O seu ídolo nos gramados é Cláudio Taffarel. Hoje aposentado, Gleguer reside em Cruzilla. Assim, resgatamos a história futebolística de Gleguer Zorzin, que inegavelmente foi um excelente goleiro com marcante passagem em diversos clubes de vários estados brasileiros.

COMENTÁRIOS ()