Segunda-Feira, 18 de Outubro de 2021 |

Você Lembra?

1515 - MARCELO RAMOS

Por Redação em 01 de Abril de 2021


Marcelo Ramos, o nosso entrevistado nesta edição, foi um habilidoso atacante, que marcou presença em importantes clubes de nosso futebol. O seu nome completo é Marcelo da Silva Ramos, sendo baiano de Salvador, onde nasceu no dia vinte e cinco de junho de 1973. Iniciou suas atividades esportivas no Bahia em 1990. Em 1992 o tricolor baiano jogava com Sérgio Neri; Mailson, Jorginho, Wagner Basilio, e Gilvan; Paulo Rodrigues, Lima Sergipano e Osmar; Barbosa, Marcelo Ramos e Naldinho. No ano seguinte o clube da Fonte Nova era escalado com Rodolfo Rodrigues; Newmar, Jorginho e Vilmar; Rogério, Lima Sergipano, Arthurzinho, Pino e Marquinhos; Marcelo Ramos e Naldinho. Em 1995 foi para o futebol mineiro contratado pelo Cruzeiro que ia a campo com Dida; Pulo Roberto, Valderci, Rogério e Nonato; Fabinho, Beletti e Alberto; Roberto Gaúcho, Marcelo Ramos e Paulinho. Em 1996 foi para o PSV da Holanda retornando no ano seguinte ao Cruzeiro que atuava com Dida; Vitor, Wilson Gotardo, Célio Lúcio e Nonato; Fabinho, Ricardinho e Cleisson; Caio, Marcelo Ramos e Elivelton. Em 1999, seu último ano no estrelado mineiro integrava uma equipe que jogava com André; Donizete Amorim, Marcelo Djan, Wilson Gotardo e Gilberto; Donizete Oliveira, Ricardinho e Valdo; Alex Alves, Marcelo Ramos e Müller. O ano de 2000 foi movimentado na vida de Marcelo Ramos. Depois de uma rápida passagem no futebol japonês defendendo o Nagoia retornou para o futebol brasileiro contratado pelo Palmeiras que era escalado com Marcos; Neném, Argel, Ferrugem e Junior; Rogério, Fernando, Galeano e Pena; Euler e Marcelo Ramos. No mesmo ano foi contratado pelo São Paulo passando a integrar uma equipe que formava com Rogério Ceni; Beletti, Edmilson, Rogério Pinheiro e Fábio Aurélio; Maldonado, Fabio Simplício e Carlos Miguel; Fabiano, Marcelo Ramos e Souza. Em 2002 retornou para o Cruzeiro, que atuava com Jéferson; Maicon, Marcelo Batatais, Cris, Luizão e Leandro; Marcos Paulo, Ricardinho e Jorge Vagner; Jussiê e Marcelo Ramos. Em 2003, seu último ano no clube mineiro a sua equipe era escalada com Gomes; Maurinho, Luizão, Batatais e Leandro; Augusto Recife, Claudine, Alex e Martinez. Deivid e Marcelo Ramos. No ano de 2003 retornou ao futebol japonês. Foi contratado pelo SanFeche. No ano seguinte estava de volta ao futebol brasileiro, pois foi contratado pelo Corinthians que ia a campo com Fábio Costa; Rogério, Anderson, Marquinhos e Julinho; Rincón, Rodrigo e Régis Pitt Bull; Fabinho, Marcelo Ramos e Gil. Em 2005 retornou ao futebol baiano contratado pelo Vitória que formava com Felipe; Edilson, Marcelo Heleno, Claudiomiro e Sandro; Xavier, Leandro Rodrigues e Vinicius; Alex Alves, Marcelo Ramos e Zé Roberto. A seguir foi para o futebol colombiano defender o Nacional. No mesmo ano retornou ao nosso país para jogar no Santa Cruz de Recife. O “Cobra Coral” atuava com Gotardi; Russo, Adriano, Marcelo Magalhães e Carlinhos; Leandro, Romeu e Marquinhos; Marco Antônio, Marcelo Ramos e Adauto. Em 2008 foi para o futebol paranaense integrar a equipe do Atlético Paranaense, que atuava com Galatto; Nei, Antônio Carlos, Rodholfo e Piauí; Danilo, Valência, Alex Bahia e Netinho; Gabriel Pimba e Marcelo Ramos. Depois de uma passagem pelo Bahia no ano seguinte foi retornou ao Santa Cruz, no mesmo ano foi para o Ipatinga. Em 2010 foi para o futebol carioca defender o Madureira. No ano de 2011 atuou no Itumbiara e no ano seguinte encerrou sua movimentada carreira como atleta de futebol no Ipiranga baiano. Marcelo Ramos considera que o saudoso Ênio Andrade foi o melhor técnico que o orientou. Os melhores atacantes que viu em ação foram Ronaldo, Romário e Bebeto; Os melhores zagueiros que enfrentou foram Gamarra e Junior Baiano. O seu gol inesquecível foi marcado no jogo Cruzeiro X Palmeiras na final da Copa do Brasil de 1996. Os seus ídolos nos gramados são Bebeto e Ronaldo. Hoje Marcelo Ramos reside em Salvador, sua terra natal. Assim, resgatamos a história futebolística de Marcelo da Silva Ramos, o Marcelo Ramos que inegavelmente foi um excelente atacante.

COMENTÁRIOS ()